Mestrado Profissional em Saúde da Criança e da Mulher (MPSCM)

O Programa   Área de concentração   Objetivos   Perfil do egresso

Linhas de pesquisa   Disciplinas   Corpo Docente   Coordenação

Nota Capes   Secretaria Acadêmica   Localização   Inscrições

O Programa

O Mestrado Profissional em Saúde da Criança e da Mulher (MPSCM) tem sua origem diretamente relacionada ao histórico do IFF, unidade da Fiocruz responsável pelo ensino, pesquisa e assistência na área de Saúde da Criança, do Adolescente e da Mulher, que vem atuando há quase oito décadas na formação profissional especializada e na busca de soluções para os problemas da sua área de atuação. Seu recorte temático – saúde da criança, do adolescente e da mulher – corresponde a um importante eixo de atuação não só na formação docente e de pesquisadores, mas também na necessária e urgente construção de conhecimento e formação de quadros estratégicos que atuam no SUS na atenção a grupos de reconhecida vulnerabilidade. A especificidade do MPSCM, único Mestrado Profissional no país com esse recorte temático, fortalece sua inserção na pós-graduação brasileira.

O MPSCM, aprovado pela Capes em outubro 2003, está particularmente orientado à análise e ao diagnóstico de situações voltadas para a prática profissional em saúde materno-infantil; identificação de melhores abordagens para estes problemas; proposta de novas tecnologias ou rotinas; implementação, monitoramento e avaliação destas inovações.

A Pós-graduação do IFF participa da Agenda de Prioridades de Pesquisa em Saúde da Criança, do Adolescente e da Mulher, promovida pelo Ministério de Ciência e Tecnologia e pelo Departamento de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, mantendo-se, desde 2004, como um dos interlocutores fundamentais nas questões referentes à pesquisa na área materno-infantil.


Objetivos

O Mestrado Profissional tem por objetivo formar profissionais voltados para os serviços fornecendo subsídios técnicos que aprimorem sua prática e que os capacite para a pesquisa aplicada na área da saúde materno-infantil.

O MPSCM foi criado visando responder à demanda de capacitação de quadros estratégicos para atuação no âmbito da saúde da mulher, da criança e do adolescente no sistema de saúde brasileiro, proporcionando uma qualificação profissional diferenciada nessa área. Este objetivo se fundamenta em uma das funções essenciais na perspectiva da Saúde Pública: garantia e melhoria da qualidade das ações de saúde individuais e coletivas na perspectiva de seus resultados e de dos determinantes sociais em saúde.

Os principais objetivos específicos ou competências a ele relacionadas são:

  • Promover a utilização de técnicas e padrões de medida que possam promover e aferir a melhoria da qualidade das ações e serviços e o fortalecimento das redes de atenção à saúde voltadas para a mulher, criança e adolescente no âmbito local, estadual e nacional;
  • Favorecer a definição e/ou apropriação contextual de diretrizes para atenção à saúde baseadas em evidências científicas e custo-efetividade nas práticas assistenciais;
  • Conjugar aspectos centrais e atuais das políticas de saúde aos significados construídos no cotidiano dos serviços, no que se refere à humanização e discussões setoriais.

Topo


Dados Capes

Acesso à Plataforma Sucupira - https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/

Instituição de Ensino: 31010016 FUNDACAO OSWALDO CRUZ (FIOCRUZ)
Área Básica: SAÚDE PÚBLICA (40602001)  |  Área de Avaliação: SAÚDE COLETIVA
Regime Letivo: SEMESTRAL  |  Código do Programa: 31010016014P4

Área de concentração do Programa: Saúde da Criança e da Mulher

Nota do curso de Mestrado Profissional: 5 (cinco)

Topo


Perfil do egresso

O perfil esperado do egresso inclui profissionais que atuam em processo de atenção e gestão em serviços, ações, programas e redes assistenciais voltados para esses grupos populacionais. Nessa perspectiva, a exposição dos alunos aos conteúdos do campo da Saúde Coletiva, com o recorte da saúde da mulher, criança e adolescente, possibilita a formação de profissionais com capacidade para a prospecção de problemas, lacunas e oportunidades de intervenção assim como o desenvolvimento de instrumentos e métodos para o monitoramento das ações e indicadores de saúde com foco melhoria dos processos e dos resultados. Pretende-se que esses egressos sejam capazes de produzir e analisar criticamente estudos e pesquisas em seu processo trabalho, com base no método científico experimentado no MPSCM.

Topo


Coordenação

Dr.ª Maria Auxiliadora de Souza Mendes Gomes
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestrado em Mestrado em Saúde da Criança e da Mulher pelo Instituto Fernandes Figueira/FIOCRUZ (1995) e doutorado em Saúde da Criança e da Mulher pela Fundação Oswaldo Cruz. É também pesquisadora e docente do IFF, Coordenadora do Núcleo de Avaliação de Tecnologias em Saúde - NATS do IFF e Consultora do Ministério da Saúde. Tem experiência em pesquisa e gestão na área de Saúde da Criança e da Mulher, atuando principalmente nos temas da avaliação de programas, ações e tecnologias em saúde, assistência perinatal e pediátrica, aleitamento materno e saúde da criança.

Dr.ª Cynthia Magluta
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1981), Mestrado em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública (1992) e doutorado em Ciências na área da Saúde da Criança e da Mulher pela Fundação Oswaldo Cruz (2010). Atualmente é tecnológica da Fundação Oswaldo Cruz. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão hospitalar, assistência perinatal, planejamento em saúde, implementação de diretrizes clínicas, neonatologia e acesso a serviço de saúde.

Topo


Linhas de Pesquisa

  • Adoecimento crônico e deficiências de crianças e adolescentes
  • Defeitos congênitos, síndromes genéticas e agravos correlatos
  • Morbimortabilidade da mulher
  • Saúde perinatal, da criança e do adolescente
  • Sexualidade, produção, gênero e saúde
  • Violência e saúde

Topo


Corpo Docente

O corpo docente do MPSCM atende aos pré-requisitos exigidos pela Capes, de acordo com a Portaria n.º 81, de 3 de junho de 2016

NOME E-MAIL
Andrea Araujo Zin Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Claudia Bonan Jannotti Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Corina Helena Figueira Mendes Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Cynthia Magluta Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Fabio Bastos Russomano Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Katia Silveira da Silva Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Marcos Augusto Bastos Dias Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Maria Auxiliadora de Souza Mendes Gomes Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Maria Dalva Barbosa Baker Méio Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Marilia Santini de Oliveira Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Martha Cristina Nunes Moreira Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Paulo Roberto Nassar de Carvalho Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Renato Augusto Moreira de Sá Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Rosa Maria de Araújo Mitre Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Sheila Moura Pone Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Suely Ferreira Deslandes Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Vania Matos Fonseca Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Zilton Farias Meira de Vasconcelos Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Topo


Disciplinas

ACESSO E ANÁLISE À INFORMAÇÃO, USO DE EVIDÊNCIAS E AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS NA ATENÇÃO PERINATAL

Ementa: Noções de Medicina Baseada em Evidências e Leitura Crítica de Artigos Médicos. Acesso e análise de informação como ferramentas para uma tomada de decisão clínica. Estratégias de busca de informações. Fontes de informação. Validade dos estudos clínicos, interpretação de seus resultados e aplicabilidade à prática clínica. Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS): contextualização no SUS. Etapas de uma ATS: critérios para definir a tecnologia a ser avaliada; definição do problema de saúde a ser avaliado. Busca e síntese da evidência científica e sua aplicação em ATS. Validação de uma ATS. Avaliação do impacto de uma ATS no sistema de saúde. Avaliação econômica em saúde como ferramenta de uma ATS. Custo de oportunidade. Tipos de avaliação econômica. Etapas de uma avaliação econômica: definição da perspectiva, medição de custos e benefícios. Modelos de análise de decisão. Como lidar com a incerteza nas avaliações econômicas. Análise de impacto orçamentário. Metodologia Exposição, demonstração e exercícios de busca de informação via Internet. Exercícios de leitura crítica e discussão em sala de artigos publicados. Os alunos devem ler a bibliografia recomendada previamente ao curso (e fornecida em meio digital) e levá-la para consulta em aula durante as atividades. Avaliação Participação em sala nas atividades propostas. Exercício de leitura crítica de um artigo, escolhido pelo aluno, entregue até uma semana após o término do curso.

 

ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DO TRABALHO CIENTÍFICO

Objetivo: Fornecer elementos para a feitura refletida de um projeto de pesquisa que conduza e oriente a coleta de dados, sua análise e sua transformação final num documento de apresentação de propostas de procedimentos de ação assistencial. Síntese do Conteúdo Programático: Trata-se de oficinas de trabalho compreendendo tanto aulas expositivas, quanto dinâmicas de estudo em grupo, voltadas para atender a demanda dos alunos no que diz respeito a uma maior sistematização dos passos a serem dados para a feitura de seus projetos de pesquisa necessários a qualquer investigação científica não importando qual seja o produto :final que se pretenda produzir a partir dela. Os passos à elaboração de um projeto de pesquisa: o tema e os critérios para delimitá-lo; objetivos e como formulá-los; hipóteses e/ou pressupostos e sua articulação com o quadro teórico referencial; fichas de conteúdo e bibliográficas; plano de estudo; cronograma; referências bibliográficas; plano de redação; apresentação gráfica do projeto; elaboração do protocolo de pesquisa seguindo as normas da Resolução 196-10110/1996 para ser apresentado ao Comitê de Ética em Pesquisa/lFF /FIOCRUZ.

 

EPIDEMIOLOGIA

Objetivo principal: Ensinar a epidemiologia clínica como uma ferramenta de análise da dados mostrando as diferenças entre os principais tipos de estudos clínicos e sua utilização prática.
Objetivo secundário: Ensinar a interpretar os vários tipos de estudos (transversais, coortes, caso-controle e ensaios-clínicos) e sua aplicação prática. ensinar a interpretar de forma crítica um estudo científico. Síntese do Conteúdo Programático: Principais desenhos de estudos; coortes; estudos de caso-controle; ensaios-clínico-teoria; ensaios clínico-interpretação prática; ensaio-clínico-leitura crítica de um ensaio clínico recente; interpretação de testes disgnósticos análise crítica dos projetos a serem desenvolvidos soba visão da epidemiologia.

 

GESTÃO, PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E AVALIAÇÃO NO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DA REDE CEGONHA

Ementa: Esta disciplina é oferecida a alunos do mestrado profissional Turma Rede Cegonha. A proposta é abordar conceitos fundamentais de planejamento, programação e avaliação em Saúde. Considerando que estes temas se articulam no cotidiano do Planejamento/Gestão dos sistemas e serviços de saúde. A ênfase será na abordagem da programação em saúde e na discussão dos principais parâmetros na área perinatal e na análise crítica dos planos de ação desenvolvidos no contexto da Rede Cegonha. A disciplina será desenvolvida no formato de aulas teóricas dialogadas e exercícios de análise de viabilidade de um plano de ação. A avaliação dos alunos será realizada através da elaboração de 2 textos sobre temas selecionados e sua participação em aula.

 

INTRODUÇÃO À BIOESTATÍSTICA APLICADA À SAÚDE REPRODUTIVA E PERINATAL

Objetivos da disciplina: Introduzir noções básicas de estatística, instrumentalizando o aluno para apresentar informações através de tabelas e gráficos.Interpretar resultados de testes estatísticos. Definir variáveis do estudo de acordo com os objetivos. Leitura crítica de artigos científicos na área de saúde reprodutiva e perinatal. 1-Síntese do Conteúdo Programático: Tipo de variáveis. Medidas de tendência central e dispersão. Proporções. Gráficos e tabelas. Probabilidade edistribuição normal. Inferência estatística e Intervalo de confiança. Noções sobre teste de hipóteses e significância estatística. Erro tipo I e II. Avaliação : Seminário e exercícios.

 

INTRODUÇÃO AO MÉTODO CIENTÍFICO

Objetivos: Através da disciplina, espera-se que os alunos sejam capazes de analisar: as características do conhecimento científico e os critérios para que um trabalho seja considerado de natureza científica; posicionamento teóricos acerca do método científico; princípios para a elaboração do trabalho científico. Síntese do conteúdo programático: Tipos de conhecimento.realidade, ciência e pesquisa. o método científico: características e posicionamentos epistemológicos. pólos metodológicos. pesquisa social e as abordagens quantitativa e qualitativa. a pesquisa bibliográfica. a pesquisa clínica. pesquisas de avaliação. Avaliação: assiduidade, participação e trabalhos em sala de aula.

 

MÉTODOS QUALITATIVOS: USOS E DESENHOS NA PERSPECTIVAS DA SAÚDE

Ementa: A presente disciplina visa esclarecer as diferenças entre métodos quantitativos e qualitativos na pesquisa em saúde, considerando a necessidade de especificar nos métodos qualitativos seus usos teóricos e matrizes analíticas. Compreendendo essas vertentes avançaremos no sentido de esclarecer o desenho de um estudo qualitativo na direção de especificar: tipos de desenhos; definição de pressuposto; critério para construção de amostras qualitativas e seus tipos; conceito de saturação e seus tipos; técnicas de produção de dados; técnicas de análise de dados; interpretação de dados. METODOLOGIA: aulas expositivas, trabalhos em grupo. AVALIAÇÃO: Apresentação da sessão de método da própria dissertação do MP Cegonha, contemplando: - Escolha e justificativa pelo desenho qualitativo em acordo com o objeto de estudo e objetivos; - Técnicas para produção/coleta dos dados; - Técnicas para análise de dados; - Marco teórico para Interpretação dos dados

 

POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE

Objetivos: Possibilitar aos alunos a compreensão das políticas de saúde materno infantil, a partir dos referenciais teóricos do principio da integralidade e da lógica da organização de serviços de saúde no contexto do sistema de saúde brasileiro pré e pós universalização. Síntese do conteúdo programático; Políticas de saúde:aspectos conceituais. Questões de gênero na saúde. Modelos assistenciais na saúde materno infantil. Programas de saúde materno-infantil no SUS. Indicadores de saúde da mulher e da criança.

Topo


Inscrições

Inscrições encerradas. 

Todo o processo de inscrição ocorre através da Plataforma Siga Stricto Sensu. Nessa plataforma você poderá:

  • Realizar Inscrições nos processos seletivos em vigência

  • Acessar as Chamadas públicas disponíveis para todas as modalidades do Programa de Pós-graduação em Saúde da Criança e da Mulher (PGSCM)

  • Acessar Erratas disponíveis

  • Acessar Documentos de Homologação disponíveis

  • Acessar os Resultados de processos seletivos em vigência.
  • Acessar toda a Documentação referente aos processos seletivos disponíveis para todas as modalidades do Programa de Pós-graduação em Saúde da Criança e da Mulher (PGSCM).

      Clique aqui para acessar a Plataforma Siga Stricto Sensu

Informações

Secretaria Acadêmica: +55 21 2554-1700 - Ramais 1832 e 1833
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço da Secretaria do PGSCM: 
Sede do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz)
Av. Rui Barbosa, 716, 4º andar - Prédio Mário Olinto - Flamengo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. CEP 22250-020.

 

Ir para o topo da página

 

Veja também: 

Processos Seletivos e Editais

Programa de Pós-graduação em Saúde da Criança e da Mulher (PGSCM)

Programa de Pós-graduação em Pesquisa Aplicada à Saúde da Criança e da Mulher (PGPASCM)

Defesas